Esteja entre os líderes que fortalecem o mercado da mandioca.

Reserve seu espaço na única feira internacional da mandioca
das Américas.

Um novo ciclo de desenvolvimento está começando. Faça parte dele.


Conecte-se
conosco


Indiano Hemant Nittukar abre programação de palestras da FIMAN 2018

A palestra do indiano Hemant Nittukar deu início à programação técnica da FIMAN 2018, na tarde desta terça-feira. Intitulada “Sistema robusto de sementes para mandioca – experiência da Nigéria e oportunidades para o Brasil”, a fala foi norteada pela apresentação do sistema de sementes robustas e o quão lucrativa pode ser a sua produção, desde que com o acompanhamento técnico desde o plantio até a comercialização.

A Nigéria é o maior produtor mundial, enquanto a Tailândia ocupa o posto de maior exportador do globo. Segundo ele, dados indicam que até 2050, 40% da população com menor renda do mundo habitará a Nigéria. É por isso que o país incentiva a produção da mandioca e conta com a consultoria de Nitturkar, cuja especialidade é desenvolver e implantar soluções inovadoras de base, voltadas aos problemas sociais e ambientais enfrentados por países em desenvolvimento.

Ele atua como diretor de Projetos no Programa de Pesquisa em ROI (Return on Investment) no setor Raízes, Tubérculos e Bananas do CGIAR (“Construindo um Sistema de Semente de Mandioca Integrado e Economicamente Sustentável na Nigéria”), no IITA, Ibadan, na Nigéria.

“Posso dizer que o Brasil já está muito mais avançado que a Nigéria. Aqui, temos uma divisão equivalente entre o que é produzido para industrialização e o que é usado pelos cidadãos. Ao contrário da Nigéria, onde os índices mostram que apenas 10% do que é produzido vai para a indústria, e os 90% restantes vão para consumo dos habitantes”, resumiu.

Realização

Patrocínio

Apoio

Apoio institucional

Apoio de Mídia

Organização